Justa homenagem aos profissionais que atuam para a preservar a vida, promover a saúde e manter a segurança dentro do ambiente ocupacional em todo o Brasil

Por MSCom Mídia – contato@mscommidia.com.br
Foto: Perfil Gestão Ocupacional / MSCom Mídia.

Em 27 de novembro é comemorado o Dia do Engenheiro de Segurança do Trabalho e do Técnico de Segurança do Trabalho. Para a Perfil Gestão Ocupacional, se trata de uma data de extrema importância. Ela reconhece aqueles que dedicam suas atividades e desenvolvem ações em prol da preservação da vida e da saúde ocupacional de todos os trabalhadores brasileiros. Com o foco exclusivo na criação de soluções inovadoras para o setor de SST (Segurança e Saúde no Trabalho), nossa equipe produz melhorias para estes profissionais e recebe deles importantes sugestões que tornam a nossa missão como prestadores de serviço em SST mais completa a cada dia.

No contexto histórico, eles tiveram suas funções regulamentadas com a publicação da Lei Federal 7.410, de 27 de novembro de 1985. No entanto, estes profissionais já desempenhavam suas atividades desde 1978, quando as primeiras normas regulamentadoras foram criadas para organizar o segmento de SST no Brasil. Então estabeleceu-se a obrigatoriedade de serviços e programas responsáveis pelas questões relativas à saúde e segurança no ambiente ocupacional. A partir deste momento, estas atividades passaram a ser desempenhadas pelo Técnico ou Engenheiro de Segurança do Trabalho, que também tiveram que passar por especializações para exercer suas profissões reconhecidamente pela lei vigente.

Atualmente, todos os processos e atividades que envolvem SST, inclusive as funções do Técnico e do Engenheiros de Segurança do Trabalho, estão registrados nas normas regulamentadoras. Por exemplo, para exercer a profissão de Engenheiro de Segurança do Trabalho é necessário graduação em Engenharia, seguida por uma especialização em Segurança do Trabalho. Para o Técnico de Segurança do Trabalho é exigido um curso de nível técnico especializado na função, além do ensino médio completo. Implantar políticas de SST, adotar tecnologias em prol dos fluxos de trabalho e gerenciar documentação para análise, investigação, prevenção e controle das variantes ocupacionais são algumas de suas missões.

Auditorias, identificação de áreas, análise de riscos, perícias, controle de acidentes e programas de qualidade de vida e meio ambiente também fazem parte de suas funções. “Eles ainda aplicam conhecimentos em SST para diminuir os riscos à saúde dos trabalhadores, capacitando-os às normas, aos sistemas de prevenção e ao correto uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). São desafios que têm similaridades com as soluções da nossa empresa, e que servem de subsídios técnicos para o processo de melhoria contínua do nosso sistema de gestão. Desejamos um feliz dia aos profissionais destas áreas”, agradece o médico do trabalho Charles Dias, diretor executivo da Perfil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha *