setembro-amarelo-perfilsst

A campanha Setembro Amarelo® salva vidas!

Setembro Amarelo é uma campanha que tem como objetivo a prevenção ao suicídio.

Os números de casos de suicídio no Brasil e no mundo são alarmantes, sendo essencial que as pessoas que conheçam esse problema entendam a necessidade de ajudar quem está passando por ele e que as pessoas que estão com esse tipo de pensamento entendam a importância de buscar ajuda.

O que é o Setembro Amarelo?

O Setembro Amarelo é uma campanha criada no Brasil, pelo Centro de Valorização à Vida (CVV), Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e Conselho Federal de Medicina (CFM), com o objetivo de conscientizar a população a respeito do suicídio, uma das 10 principais causas de mortalidade em todo o mundo. A orientação da população sobre as principais causas, fatores de risco e formas de prevenção pode auxiliar a prevenir e reduzir o número de mortes por suicídio.

Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

O dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, no entanto, durante todo o mês do Setembro Amarelo, são realizadas diversas atividades com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a temática do suicídio, entre elas está a iluminação de importantes prédios e pontos turísticos com a cor amarela, aumentando a visibilidade sobre o tema.

Movimento para conscientização

Durante muito tempo, o tema suicídio foi tratado como tabu. Sendo assim, é essencial a realização de movimentos como o Setembro Amarelo para que as pessoas entendam a gravidade da situação e que ela pode ser evitada.

A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicaram a cartilha “Informando para prevenir”, na qual se relata que 96,8% dos casos de suicídio registrados estão relacionados a históricos de doenças mentais, as quais possuem tratamento.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 90% dos casos de suicídio poderiam ser prevenidos. Muitas vezes, o simples fato de ter com quem conversar pode mudar aquela situação. No entanto, é importante destacar que a ajuda médica e psicológica pode ser necessária para aquele indivíduo superar aquele momento.

Assista o vídeo ao lado com dicas do nosso setor de psicologia.

Fontes:  Centro de Valorização à Vida (CVV), Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e Conselho Federal de Medicina (CFM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha *