eSocial em SST: os impactos após 2 anos de obrigatoriedade

Após dois anos do início da obrigatoriedade da implementação do eSocial na Saúde e Segurança no Trabalho (SST), muitas empresas já puderam observar os impactos dessa mudança.

Realizado em abril de 2024, a Perfil Gestão Ocupacional promoveu o evento “eSocial: os impactos de dois anos de obrigatoriedade”. O que vem por aí?” que lotou o auditório da ACS (Associação Comercial de Santos), na Baixada Santista/SP. A iniciativa teve o apoio da ACS, Sescon-BS e Sebrae-SP.

O principal objetivo do evento foi repassar conhecimento empresarial para que seja possível antecipar demandas, evitar sanções fiscais e entender os próximos passos por parte dos órgãos anuentes. Além dos parceiros, agradecemos aos engenheiros de segurança no trabalho Karoline Nunes e Renan Balista, ao Dr. Charles Dias, médico do trabalho, Tiago Queiroz, contador, e a toda a equipe Perfil que fez parte da organização.

O que é o eSocial em SST?

O eSocial é um sistema do Governo Federal que unifica a prestação de informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais dos empregadores. No âmbito da Saúde e Segurança no Trabalho (SST), o eSocial tem como objetivo simplificar e tornar mais transparente o envio de dados relacionados aos trabalhadores e às condições de trabalho, exigindo que as empresas cumpram rigorosamente as Normas Regulamentadoras (NRs) e demais legislações complementares.

Impactos positivos do eSocial em SST 

 

1. Maior transparência e controle

A implementação do eSocial trouxe uma maior transparência na comunicação das informações relacionadas à SST, facilitando o controle e a fiscalização por parte dos órgãos competentes. Agora, as empresas têm um registro mais preciso dos dados dos seus colaboradores e das condições de trabalho, o que contribui para uma gestão mais eficiente e segura.

2. Redução de riscos e prevenção de acidentes

Com a exigência de reportar informações detalhadas sobre as condições de trabalho e riscos ocupacionais, as empresas se viram obrigadas a intensificar as medidas de prevenção, o que pode levar a uma redução significativa no número de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, beneficiando a saúde e segurança dos colaboradores.

3. Aumento da conformidade legal

A obrigatoriedade do eSocial reforçou a necessidade das empresas estarem sempre em conformidade com as NRs e outras legislações pertinentes, evitando multas e penalidades. Além disso, a adoção de práticas mais rigorosas de SST garante um ambiente de trabalho mais seguro e saudável.

Conte com a ajuda de profissionais especializados

 

Apesar dos benefícios, a implementação do eSocial também trouxe desafios. Muitas empresas vêm enfrentando dificuldades em adaptar seus sistemas e processos às novas exigências. No entanto, com o apoio de profissionais especializados, como os da Perfil Gestão Ocupacional, é possível superar esses obstáculos e garantir uma transição suave e eficiente.

A Perfil Gestão Ocupacional atua para apoiar empresas em todo o território nacional, oferecendo serviços especializados para garantir que todas estejam em conformidade com as normas e legislações vigentes. Conte conosco para implementar as melhores práticas de SST e aproveitar todos os benefícios do eSocial.

Confira a matéria completa do G1 sobre o evento realizado.

Artigos relacionados

Após dois anos do início da obrigatoriedade da implementação do eSocial na Saúde e Segurança no Trabalho (SST), muitas empresas já puderam observar...

Domicílio Eletrônico Trabalhista

Domicílio Eletrônico Trabalhista (DET): saiba como funciona

...

Após completar 28 anos de atuação no litoral paulista, a Perfil Gestão Ocupacional celebra mais uma grande conquista em 2024. No mês de...

NRs

Neste artigo, vamos mencionar as recentes atualizações das Normas Regulamentadoras (NRs) e seus impactos direto no ambiente de trabalho das empresas. Como líderes...